Mães corredoras

Tenho conversado com muita mães corredoras. Algumas com filhos crescidinhos e outras com bebe de colo. E muitas delas tem me perguntado como eu concilio essa vida literalmente corrida. Eu também sou mãe... e mãe de 3: a Clara de 8,  o Pedro de 4 e o Lucas de 1.
.

Conciliar a vida de esposa, dona de casa, trabalho, Mãe e corredora não é fácil. Requer disciplina e muita força de vontade. Além da ajuda do marido, claro.
.

Eu comecei a correr em agosto de 2005 e em abril de 2006 descobri que estava grávida. Meu médico liberou que eu continuasse correndo moderadamente. E assim o fiz até os 5 meses da gravidez do Pedro. A foto abaixo foi minha última corrida com o Pedro na barriga (Tribuna Feminina no Guarujá - 5 meses).


O Pedro nasceu na véspera da São Silvestre... dia 30 de dezembro de 2006. Dois meses após seu nascimento (cesária) eu já estava de volta aos treinos! Recuperei meu peso rapidamente e meu ritmo também. Mas isso requis sacrifício, disciplina e MUITA boa vontade do marido. Precisava acordar as 5 da manhã para treinar ou nada feito.
.

Depois de dois anos descobri outra gravidez... o Lucas foi mais que NÃO planejado... parei com tudo... Desta vez não corri durante a gravidez. Cheguei a participar da caminhada da GRAAC em 2009, já com 6 meses de gravidez, mas só.
.

Ganhei horrores 25kg e ainda estou sofrendo para perder uma boa sobra. O retorno dos treinos após o nascimento do Lucas foi bem diferente. Primeiro porque agora eram 3 e não mais 2... e depois o marido começou a viajar muitoooo a trabalho, o que fazia eu ter que ficar o tempo todo com a molecada.

Mas só eu sei quanta falta a corrida me fez. Sem dúvida ela é minha válvula de escape. Refresca minha cabeça e joga o stress longe.

Quando o Lucas já estava com 1 ano e dois meses voltei a treinar... Isso porque bem antes disso o marido (que não gosta nada de corrida) me incentivou muito. Foi quase que começar do zero, afinal foram praticamente dois anos parada. Para conseguir treinar, preciso ir bem cedinho, quando TODOS ainda estão dormindo... Saio por volta das 6hs e quando volto o maridão está terminando de se arrumar para o trabalho.

E que bem tem me feito. Não sei como consegui ficar tanto tempo parada! Mas enfim, fez parte.

O que posso dizer para essas mães é que vale muito a pena o sacrifício (desde que você não sacrifique ninguém). A sensação da corrida supera qualquer horinhas a mais de sono. E a disposição com a molecada aumenta 100%, com certeza!

6 comentários

  1. Adorei o post, Jacke!
    Mto verdadeiro!
    Vc é muito determinada e que bom que pode contar com uma pessoa especial do seu lado, seu marido!
    Para que tudo dê certo, é necessário que a família seja mesmo uma equipe neh, aí todos ficam bem!

    Boa sorte em suas metas e obejtivos!
    Imagino a canseira de acordar de madrugadinha... Mas pelo visto o resultado te faz um bem danado!!!

    Que bom!
    Boas corridas e bons treinos!
    Beijos
    Ju

    ResponderExcluir
  2. Oie flor
    Que delícia é o vício pelo esporte, pela corrida!
    E nós mamães corremos, temos a sensação de dever cumprido e ainda de quebra perdermos uns quilinhos..perfeito neh!
    Vale tdo sacrífcio, vale toda a logística para cuidar de tdo e ainda dar aquela corridinha.
    Que este ano possamos correr muitos circuitos!!
    Beijossssssssss

    ResponderExcluir
  3. Ounnn, q linda vc gravidinha correndo...




    beijos

    ResponderExcluir
  4. oi, jacke!!!

    correr sempre vale a pena, né;)
    vale o sacrifício de acordar quando todos ainda estão dormindo! nossa, quantas vezes já tive que fazer isso! até me acostumar a levantar quando todos ainda estavam aconchegados em suas camas, foi uma luta rsssssss
    metade de mim queria ir, a outra, queria correr, pra cama kkkkkkk

    mas é tão boa a sensação de treino cumprido, principalmente aquele gostinho de conquista! eu me sinto poderosíssima quando saio pra correr apesar de todas as dificuldades rssssss

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Jackeeee!! que linda sua barriguinha de gravidinha!! quero ser uma mamae corredora. Na atual conjuntura, não sou nem uma coisa nem outra! que desespero! kkk

    Criei um blog, ta aí no meu link... vamos ver o que acontece com essa resolução de ano-novo. Já estou te seguindo, me segue tb!

    bjs

    ResponderExcluir
  6. jackeeeee
    brigado amiga
    eu sei que isso vai passar e que eu vou conseguir retomar meu caminho!
    é que tem dia que é foda mesmo!
    mas devagar eu consigo!
    vlw dmais pela dica da calça, vou tentar!
    =**

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Será um grande prazer ler seu comentário!