Tranformação: Linda Ludmilla

 

ESSA É A LUDMILLA, 34 ANOS, BRASILIENSE

Quem vê esse rostinho fino e esse corpo de musa não diz que há poucos meses atrás ela estava com 21 quilos a mais e com 30% de gordura!

As fotos falariam por si só, mas conforme prometido, vamos saber um pouco mais sobre ela e como a Lud conseguiu chegar nesse nível espetacular!!!

A Ludmilla é formada em Comunicação Social e hoje é servidora pública na área de Comunicação Interna da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL.

Durante muitos anos foi atleta. Jogava voleibol na Força Olímpica de Brasília e na University of Lousiana - ULL, nos EUA, onde era bolsita. Naquela época, devido à carga intensas de treinos ela "podia" comer muito e não tinha preocupação com a balança. Lasanha, brigadeiro, purê de batata, torta de sonho de valsa, salsicha, nuggets fritos, pizza eram constantes em suas refeições. Apesar de saber que deveria comer saladas, frutas, etc, ela não mudava os hábitos alimentares, pois era magra, saradinha, saudável e tinha ótima condição física. 

Lud, tem 1,78m de altura e o peso naquela época (dos 15 aos 22 anos) variava entre 64 e 68kg. Quando chegava aos 68kgs, diminuía as "besteiras" por uma semana e tudo voltava ao normal.

Os treinos de vôlei eram intensos (em média 4 horas por dia), e a "parte física" era um imenso prazer, pois acontecia em grupo, com suas amigas, e tinha um preparador físico (às vezes mais de um) ao lado, variando exercícios e incentivando. 

Quando largou o esporte, por volta dos 22 anos, foi aos poucos engordando... Ir à academia, sozinha, era um suplício. Estava sempre matriculada, só que mais parecia turista.

Em alguns períodos (próximo a viagens ou uma grande festa) ela caprichava: malhava forte e conseguia emagrecer, mas em seguida chutava o balde e engordava. 

Era aquele efeito 'sanfona': perdia 5kg depois ganhava 7; perdia 8kg e ganhava 10kg; perdia 3kg e ganhava 5kg... E assim foi por muitos anos. 





Achava ruim ficar gorda, mas fazer dieta por longos períodos era extremamente sacrificante e ela adorava comer e beber. Esse estilo de vida desregrado começou a afetar sua saúde: além de muito acima do peso, o colesterol já não estava tão bom, sua tireoide vivia desregulada, tinha enxaquecas constantemente e adquiriu a síndrome dos ovários policísticos.

Seu irmão, geração saúde (nunca bebeu, sempre adorou se exercitar e se alimentar bem) estava muito preocupado com ela.

No carnaval de 2013 lhe deu de presente um ano de mensalidade na melhor academia de Brasília, com a condição de eu treinar 5 dias na semana (caso ela descumprisse o acordo, teria que devolver o valor integral, e não apenas o saldo).

Então, em março começou a frequentar essa academia, mas sem muito ânimo. Ia apenas cumprir sua obrigação, ‘bater o ponto’.

Em maio, quando passou dos 89kg, levou um choque!! Resolveu fazer "maaaais" uma dieta, mas pensava que como todas as outras dezenas de dietas já feitas, não duraria muito tempo, uma vez que  contava os dias para cair de boca em tudo que não devia, nos famosos dias do lixo.

Passou a se dedicar aos treinos, caprichou na alimentação e começou a ter resultado, só que bem lento. No fim de junho foi a um médico ortomolecular famoso em Brasília. Na primeira consulta ela estava com 30% de gordura e ele passou a dieta da proteína por 25 dias. 











 



Emagreceu 5kg nesse período e ficou muito satisfeita, mas no retorno, o médico lhe prescreveu hormônios, tratamentos estéticos caríssimos e até mesmo lipoaspiração (o médico também é cirurgião plástico). Achou inaceitável, pois acreditava que não eram prescrições adequadas, tendo em vistas o resultado que já estava apresentando. Nunca mais voltou e intensificou sua minha busca por informação e motivação.

Ok!! Mas o que mudou em relação às outras dezenas de dietas que já ela fez??

Aos poucos, principalmente graças ao instagram e a blogs, foi percebendo que era possível ser feliz seguindo uma alimentação correta e com bastante atividade física!! 

Descobriu dezenas de receitas saudáveis que matam seus desejos e ainda assim nutrem seu corpo!! 

Praticamente parou de beber e não acha que está perdendo nada com isso, pelo contrário: suas escolhas só lhe dão prazer!!

Nas redes sociais também recebe suas doses diárias de motivação (adora fotos de antes e depois e frases de superação)!! 

Não faz dia do lixo!! Primeiro porque "não entra lixo em seu corpo", segundo porque não sente falta das besteiras, pois sua alimentação é deliciosa (aprendeu a fazer doces proteicos, sem gordura e baixo carbo, que ama)!!

Treina 6 dias na semana, focando em musculação e exercícios de alta intensidade. Se fica entediada, faz aulas para variar: spinning, pilates, circuito funcional, local. 

De maio até o fim de outubro perdeu 21kg. Então resolveu ganhar um pouco de massa muscular. Com as orientações de uma grande amiga que é nutricionista, ganhou 2kg de músculos até agora e está com 17% de gordura!! 

Saúde é seu principal objetivo e os resultados são visíveis em seus exames. Visível também é o aumento da sua energia e disposição!! Sempre foi muito feliz, magra ou gorda, forte ou fraca, mas atualmente anda radiante!!

E para fechar com chave de ouro, passou a ter muito orgulho da mulher que vê no espelho!!  

PARABÉNS Lud!!! Você realmente é um sucesso !!! Seu relato servirá de inspiração para muita gente!





Quem quiser seguir a Lud no Instagram, seu perfil é: LUDMILLA_R

Um comentário

  1. Amei o relato dela. Principalmente sobre o "dia do lixo".
    Parabéns pra ela, está linda! E obrigada por compartilhar essa história, Jacke. Aliás, parabéns pelo cantinho, o novo visu tá show. Bj

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Será um grande prazer ler seu comentário!