Voltando com estilo - K21 Series - Maresias

Desde a São Silvestre venho ensaiando para criar coragem a voltar a correr. Cheguei a me inscrever na Night Run nesses primeiros 6 meses de 2015 e acabei desistindo.

Em maio participei de uma corrida junto com o boy em que eu nem estava inscrita. Fui apenas para acompanhá-lo e corri 8k enquanto ele correu 16.

Depois de tanto tempo parada estava sem a menor vontade de voltar a correr. Estava difícil encontrar estímulo para voltar, mesmo sabendo que isso me faria muitíssimo bem.

Vendo uns videos de corrida me animei a me inscrever na K21 - Maresias, já que seria uma prova bem diferente do que eu estava habituada a correr.

Quando falei para o Lu sobre essa prova ele não pensou duas vezes e já se inscreveu também. Eu nos 10k e o louquito nos 21.

A prova seria um estímulo para eu voltar a treinar... O tempo passou e a preguiça de levantar todos os dias mais cedo para treinar era enorme. 

O tempo foi passando e fazia um treino esporádico aqui outro lá. A prova estava chegando e a decisão de ir ainda está de pé, mesmo sem treinar.

A ansiedade só me tomou conta quando o descobri que o kit só seria entregue na véspera da prova e eu não tinha me planejado para viajar com antecedência. Por sorte o Danilo, amigo de longa data do Lu que também correria a prova, fez a gentileza de retirar nosso kit.

Saí do trabalho, passei em casa e lá fomos nós pegar estrada. Chegamos na pousada quase meia noite da sexta-feira. Foi tempo de tomar uma ducha e capotar para encarar as montanhas que nos aguardavam.

Tomamos um ligeiro café numa padaria próxima a largada e fomos para concentração da prova. Confesso que eu não estava muito ansiosa, mas estava bem animada.

Encontrei a Carol e a Ju que me recepcionaram super bem com meu retorno. Essa sinergia realmente fez toda diferença.

Super girls - Carol e Ju

Eu e meu maior motivador

Danilo e Lu
9:00 hs - foi dada a largada e eu como esperado, não tinha nenhuma estrategia para a corrida. Muito menos previsão de quanto tempo terminaria a prova, já que não tinha ideia dos obstáculos que enfrentaria. O sol já estava bem quente e eu já sentia que isso seria uma das minhas grandes dificuldade: o forte calor.



A prova mal começou e o "congestionamento" já começou. O primeiro "riozinho" já fez com que se formasse uma concentração de pessoas para que pudéssemos passar a pequena barreira.


Eu que larguei bem no fundo passei por muitos trechos "de espera". Houve um trecho que  descíamos apoiado numa corda que acredito ter ficado mais de 20 minutos aguardando.



Apesar da grande espera, não era tão ruim ficar ali parado... pois a paisagem que tínhamos era realmente linda. Era um momento de contemplação.

Tirando a última subida que achei a mais complicada, eu confesso que não tive grandes dificuldades de concluir os 10k. O fato de ficarmos muito tempo parados e vários trechos que eram praticamente impossíveis de correr por conta do perigo de cair e se machucar fez com que a prova fosse "relativamente suave".


Essa foi a subida mais puxada nos 10k
Visual do fim da subida da distância dos 10k

Último quilômetro!
Conclui os 10k em 2:29. Bem alto para 10k, sem dúvida. Porém contabilizei através do Garmin que fiquei aproximadamente 1h parada, ou seja, sem enfrentar muito congestionamento acho que daria para poupar pelo menos uns 40 minutos neste relógio.

Cheguei inteira. Sem dores e bem pouco cansada.

Finalizei a prova e recebi minha tão esperada medalha. A primeira do ano :)


Peguei a medalha, me hidratei, comi três bananas (praticamente uma macaca)... e voltei para a pousada para tomar um banho. Sabia que teria um tempo de descanso até que o Lu concluísse seus 21k. Tão louco quanto eu, foi encarar a corrida sem treinar!!!

Prometi que na chegada o esperaria com uma cerveja geladinha... Acho que o motivei bastante não? :)

Duas horas depois de eu concluir a minha prova, lá estava ele, chegando com um super sorriso no rosto! Esse é meu menino aventureiro!!!!

A recompensa dos 21k!


Saldo dessa experiência: Gostei muito!!! Quero continuar a fazer outras provas semelhantes, mas confesso que ainda sou mais fã do asfalto. Não que eu seja fresca em ficar entrando em rios e escorregando na terra. Nisso sou praticamente uma moleca.

Mas acho que o risco de lesão nessas provas é sempre maior. Uma torção, uma queda é sempre um risco que poderia ser totalmente desnecessário.

Mas sem dúvida essa prova me incentivou a voltar a treinar. A adrenalina que a corrida traz é sensacional. O bem estar de finalizar um objetivo é maravilhoso.

Vale muito a pena... Sempre valeu.. e continuará valendo sempre!!

Quero mais!!

BONS TREINOS

Um comentário

  1. Jack, que bom que esta de volta as provas! Mesmo sendo meio doidinha de encarar uma piramba dessas sem treinar!
    Manda um whats pra mim pq perdi meus contatos. Vai ter uma provinha bem legal aqui perto ...em Brotas...vai ser trail...tem 5 / 10 / 20 / 30! Vcs podiam vir né! Dá tempo de se programar! bjs e parabens! feliz pelo seu retorno!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Será um grande prazer ler seu comentário!